A Instituição O Portal Arquivo Editorial Directório Privacidade
 
 
 
 
 
 
 
Powered by:
www.xic.pt
 
 
 
CECV, um parceiro estratégico em Cabo Verde - 05-08-2007


A CAIXA ECONÓMICA DE CABO VERDE-CECV, uma das principais entidades do panorama financeiro caboverdeano foi criada em 1928, como Caixa Económica Postal. Foi em 1985 que passou a denominar-se Caixa Económica de Cabo Verde, pessoa colectiva de direito público, dotada de autonomia administrativa, financeira e patrimonial, com a natureza de empresa pública. Em 1993 é transformada em sociedade anónima.

Hoje, com um capital social de 348.000 contos caboverdeanos (3.16 milhões de euros), é participada pelo Instituto Nacional de Previdência Social (31,4%), Montepio Geral-Associação Mutualista (17,6%), Correios de Cabo Verde (15%), Impar-Cia. Caboverdiana de Seguros (11%), Caixa Económica Montepio Geral (9.8%), Grupo Local (7,5%), Outros Subscritores (6,5%) e Trabalhadores (1,1%).

Cobre, com uma rede de 13 agências, as ilhas de Santiago (6), Sal (3), São Vicente (2), Santo Antão (1) e Fogo (1) e emprega 159 trabalhadores.

Na sua actividade oferece uma completa gama de Produtos e Serviços (Flexibilidade no apoio  à Tesouraria, Elevada Rendibilidade das Aplicações Financeiras, Taxas Competitivas no Crédito ao Investimento) para os segmentos de Particulares, Empresas e Emigrantes afirmando-se como um parceiro estratégico para os investidores externos pelas suas capacidades técnicas e financeiras para apoiar os empreendimentos.

Em 2010 deverá estar concluída a nova sede. Este edifício, arquitectonicamente marcante e de localização privilegiada, trará à CECV a visibilidade física correspondente ao seu estatuto de segundo maior banco do país. Também no Mindelo (São Vicente) e na Boavista a CECV terá edifício próprio. Novas agências surgirão em São Filipe (Fogo), Fonte Cónego (São Vicente) e Paúl e Coculi (Santo Antão).

Neste conjunto de acções para reforço da sua presença no mercado a CECV planeia dinamizar a parceria que detém com os Correios de Cabo Verde-CCV através da modernização e informatização de alguns balcões CCV melhorando a eficiência e rapidez das ligações entre as 2 instituições.

Segundo o relatório de contas de 2006, os depósitos de clientes cresceram 25%, ou seja, 4.413,7 milhares de contos caboverdeanos (17.668,1 em 2005; 22.081,8 em 2006). A quota de mercado global da instituição passou de 25,5%, em 2005, para 28,3% em 2006 (Depósitos: 25,9% em 2005; 28,3% em 2006/Crédito concedido: 37,4% em 2005; 37,9% em 2006).

Clique para aceder a temas relacionados:

 
TECNICIL emite obrigações - [13-08-2007]
Maior empresa imobiliária de Cabo Verde recorre ao mercado de capitais para financiar novos projectos
 
III Encontro Internacional de Turismo de Cabo Verde - [12-08-2007]
III EITU (3, 4 e 5 de Outubro-Ilha do Sal)
 
Universidade Lusófona de Cabo Verde abre em Setembro - [12-08-2007]
Mindelo vai dispor de mais um estabelecimento de ensino superior
 
Grupo TECNICIL investe 130 milhões de euros - [06-08-2007]
Vila Verde Resort em Santa Maria (Ilha do Sal-Cabo Verde), lançada primeira pedra
 
CECV, um parceiro estratégico em Cabo Verde - [05-08-2007]
Caixa Económica de Cabo Verde
 
ENTREVISTA: TECNICIL-Sociedade de Imobiliária e Construções - [04-08-2007]
O segredo do principal promotor turístico de Cabo Verde "Olhar Cabo Verde de fora para dentro"
 
SIL convida Cabo Verde - [04-08-2007]
Salão Imobiliário de Lisboa conta com presença de Cabo Verde
 
Notícias breves - [16-07-2007]
 
Relatório do Banco de Cabo Verde 2006 (Extracto) - [15-07-2007]
 
Investimento estrangeiro em Cabo Verde representará, em 2007, metade do PIB - [28-06-2007]
600 milhões em 2007; 4.400 milhões até 2010
 
Notícias breves - [27-06-2007]
 
Cabo Verde: Estatuto Especial com a União Europeia - [12-06-2007]
Avanços decisivos até final de 2007
 
Cabo Verde «Ilhas da Morabeza» - [01-06-2007]
SOLTRÓPICO lança brochura turística sobre Cabo Verde
 
São Vicente/Santo Antão: Um circuito turístico alternativo - [15-05-2007]
Hotel Foya Branca/Hotel Pedracin Village
 
Relatório do Banco de Cabo Verde - [14-05-2007]
Cabo Verde, pela 1ª vez, lucrou mais com Turismo do que com as Remessas dos Emigrantes
 
José Maria Neves: «Estamos de portas abertas» - [14-05-2007]
Primeiro-Ministro lamenta fraco interesse português no sector turístico caboverdeano
 
São Vicente atrai investimentos - [14-05-2007]
 
Cabo Verde desperta interesse internacional - [11-05-2007]
Imobiliário e Turismo
 
«Formação e Novas Tecnologias em Cabo Verde: Que Presente? Que Futuro» - [24-04-2007]
Seminário * Lisboa, 11 de Abril de 2007
 
Cabo Verde não quer ser reconhecido como “off-shore” - [21-04-2007]
Praça Financeira caboverdeana faz "pausa para reflexão"
 
Notícias breves - [11-03-2007]
 
Presidente da CI-Cabo Verde Investimentos fala à Comunicação Social portuguesa - [02-02-2007]
Balanço de um ano de "Investimento Externo"
 
Cabo Verde: A nova fronteira do Atlântico Norte - [21-09-2006]
Exercícios da NATO em Cabo Verde
 
Cabo Verde em Ficha (2006) - [19-08-2006]
Resumo da Economia e do Enquadramento Legal